terça-feira, 6 de maio de 2014

Aula Yoga para Crianças Felizes - Tema: Aparigrapha (desapego).

Aparigrapha

Se estamos com sede, enchemos uma jarra de água e bebemos um ou dois copos de água para “matar” a nossa sede. No entanto, ao terminar esses copos de água e perceber a sede saciada, olhamos para a jarra ou copo ainda com água e ficamos na dúvida sobre o que faremos: Guardamos ou jogamos fora?
Independente da resposta, o ato em si está relacionado com a relação de compensação do esforço produzido para que o ato (saciar a sede) fosse realizado.

O ponto em si é que normalmente temos a tendência a guardar coisas que julgamos ser importante, mas que muitas vezes sabemos que não a utilizaremos depois.

Fazemos isso com objetos materiais, com sentimentos de prazer, de dor, com variações emocionais e mentais...

A prática de aparigrah consiste em, primeiramente, perceber seus apegos, o que estamos retendo. Depois consiste em eliminar aquilo que não tem mais utilidade para nós.

Na prática com as crianças podemos ir abordando este conceito de forma muito simples.

Comece com uma chuva de aquecimento. O clima e as estações são uma ótima forma de lembrar as crianças que tudo muda. Fazer o som de uma tempestade que se aproxima, e que fica sobre nós, para a vermos ir embora. Veja como:

  • Esfregue as mãos juntas devagar, em seguida, começar a tirar silenciosamente, suavemente, clap, aumentar o volume, bater palmas bem alto, adicione os pés marchando no chão (enquanto está sentado) para adicionar o som do trovão, voltou para um alto, bater palmas, bater palmas macio, snaps , e uma massagem ... shhh ...
 
  • Em seguida, mover-se ao redor da sala! Fuja da chuva para obter um pouco de calor no corpo, levantar os joelhos elevados para cortar erva alta imaginário, saltar por cima de poças (esteiras de ioga), e fazer uma pausa sob uma árvore.
 
  • Deixe o sol sair (Surya Namaskar das crianças) e observar mais uma vez que todas as coisas mudam.
 
Em seguida, pergunte ao seu grupo: "Alguém sabe o que se sente ao deixar ir/perder alguma coisa/sentimento/emoção?"
 
  • Pedir para cerrar os punhos, para contraír os músculos do rosto, dos braços, apertar os seus cotovelos, a apertar-se/contrair os músculos, tanto quanto possível. E então, muito rapidamente relaxar e deixar tudo ir.
 
  • Repita o aperto/contração dos músculos e a deixar ir algumas vezes. Pode-se dizer: "Nós fechamos. Nós deixamos ir. (Ou nós contraímos)." Em seguida, faça com os restantes músculos de todo o corpo. (Músculos do pescoço, do peito, da barriga, das pernas...)
 
  •  Adicionar música para se divertirem e fazerem uma pausa antes de realizarem as posturas/Asanas.


  •   Envolva também alguns adereços, como lenços, permitindo que as crianças a experimentar fisicamente a sensação de libertação.
 
Pergunte a criança do que acontece quando eles se sentem com raiva ou triste. Descubra sentimentos de tensão, de ser preso. Lembre-lhes como é bom deixar ir e pedir que na próxima vez que se sentir chateado porque algo não está correndo bem/não está a ser no nosso agrado, para tentar esta técnica: respiração balão.
 
No final da aula, use savasana como um desapego de toda a prática, da necessidade de falar ou mover-se, da ideia de que ter que fazer algo. Narrar aos jovens yoguis através de uma nuvem imaginária no céu azul brilhante sobre aquilo que ele vê na terra.

Este artigo foi adaptado e traduzido, ver aqui o original.  

Boas Práticas