quarta-feira, 22 de julho de 2015

Postura da semana: Natarajasana






A postura Natarejasana a postura do dançarino rei está ligado ao Deus Shiva Seu significado é grandioso e lindo, e a sua pratica traz resultados positivos para o corpo, mente e espírito.

Natarajasana = nata (dançarino), raja (rei) e asana (postura), significa a posição do rei que dança.






A imagem mais conhecida de Shiva, é a estátua “Shiva Nataraja”, que retrata um rei que dança sozinho em um anel de fogo. Com 4 braços, a primeira mão segura um tambor, que significa o ritmo do tempo e as batidas de nosso próprio coração; a segunda mão é erguida em “abhaya mudra”, que significa “nao tema”; a terceira gesticula em direção ao seu pé erguido, completando o mudra; e a quarta mão segura um facho de fogo ou um tridente que quer dizer que é tempo de destruir o que se construiu para se completar o ciclo da criação. Um pé, geralmente o esquerdo, está esmagando uma pequena figura disforme, que representa a ação ignorante, ao passo que o outro pé se ergue, indicando a libertação.

 Na tradição hindu, Shiva é a divindade máxima do Yoga, o Senhor dos Yogues. Diz a tradição que Shiva criou o Yoga a pedido de sua esposa Parvati, para ajudar os seres humanos a se libertarem do sofrimento.



  A realização do asana depende de vários aspectos, que conjuntamente, irão fornecer o suporte necessário para a postura e execução correta do exercício. É preciso ter força, flexibilidade, concentração e equilíbrio para executar essa postura.

  Na realização do natarajasana, diversas articulações são movimentadas, além de flexões recorrentes de joelhos e cotovelos, por isso, cuidado.

Lembre-se de respeitar os limites do seu corpo, mantendo sempre uma escuta ativa sobre ele!
 

Execução do Natarajasana
 
  Fique em pé, e expire flexione um joelho e leve o pé para trás. Estenda o braço do mesmo lado para trás, e agarre o pé ou tornozelo com a mão. Inspire e eleve a perna o mais alto que puder, afastando seu calcanhar do glúteo. Flexione o tronco levemente a frente. O outro braço deve ser mantido estendido, para a frente, na altura dos olhos. O ideal é manter-se na posição por algum tempo, procurando sempre respirar calmamente e no mesmo ritmo, com o objetivo de encontrar o equilíbrio entre corpo e mente.




  Essa postura requer força, grande flexibilidade e estabilidade.

Natarajasana é uma postura desafiadora, ela ensina a permanecemos equilibrados mesmo no meio de intensa emoção e atividade, desafiando-nos a reconhecer nossos próprios limites. Ela nos faz lembrar que todos os atos de destruição são seguidos de ressurreição.
 
Boas Práticas, Boas Partilhas.
 
Namastê